sábado, 14 de abril de 2012

Diferença entre Espiritismo e Espiritualismo



  • Espiritualismo

Doutrina filosófica que admite a existência de Deus e da alma. Contrapõe-se ao Materialismo, que só admite a matéria.


Segundo o Materialismo no ser humano só haveria o corpo físico. Até as funções superiores como a memória, o raciocínio, as emoções, os sentimentos poderiam ser reduzidos a simples reações físico-químicas do sistema nervoso, do sangue, das glândulas internas. O Universo seria formado por acaso e seria explicado dentro das leis das ciências exatas (Matemática, Física, Química, Astronomia etc.). Esta é a tese do Materialismo Filosófico, que não deve ser confundido com o Materialismo Pragmático e Hedonista adotado por aquele que, embora se diga até mesmo religioso, só quer mesmo é gozar os prazeres da vida terrena, nem que seja em cima da miséria alheia.

Todos os religiosos, como aceitam a Alma e Deus, são, por isto mesmo, espiritualistas.

Assim, a pala espiritualista tem significado muito vasto, abrangendo o católico, o protestante, o umbandista, o candomblecista, o israelita ou judeu, o islâmico ou mamometano etc.

  • Espiritismo

Doutrina filosófica também espiritualista, mas que se diferencia das outras correntes filosóficas por Ter características bem definidas, a saber:

a – concepção tríplice do homem: Espírito – Perispírito – Corpo Físico;

b – sobrevivência do Espírito como individualidade;

c – continuidade da responsabilidade individual;

d – progressividade do Espírito dentro do processo evolutivo em todos os níveis da natureza;

e – comunicação mediúnica disciplinada voltada para o esclarecimento e a consolação de encarnados e desencarnados;

f – volta do Espírito à matéria (reencarnação) tantas vezes quantas necessárias para alcançar a perfeição relativa a que se destina, não admitindo, no entanto, a metempsicose, ou seja, a volta do Espírito no corpo de animal para pagar dívidas, como aceita o Hinduísmo. Conforme o Espiritismo, o Espírito não retroagrada;

g – ausência total de hierarquia sacerdotal;

h – abnegação na prática do bem, ou seja, não se dobra nada por esta ou aquela atividade espírita;

i – terminologia própria, como por exemplo, perispírito, Lei de Causa e Efeito, médium, Centro Espírita, e nunca corpo astral, karma, Exu, Orixá, "cavalo", "aparelho", "terreiro", "encosto", vocábulos utilizados por outras religiões e que não têm cabimento no meio espírita;

j – total ausência de culto material (imagens, altares, roupas especiais, oferendas, velas etc.);

l – na prática espírita não há batismo nem culto ou cerimônia para oficializar casamento;

m – respeito a todas as demais religiões, embora não incorpore a seu corpo doutrinário os princípios e rituais delas;

n – a moral espírita é a moral cristã: "Fazer ao próximo aquilo que dele se deseje".
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

40 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada e espero ter ajudado! ;)

      Excluir
    2. Os espiritistas são aqueles que aceitam e trabalham com ensinos de espíritos.
      Já os espirituais são aqueles que só aceitam ensinos de DEUS. É simples assim. Eu sou espiritual, não sou espiritista.

      Excluir
    3. Os espiritistas são aqueles que aceitam e trabalham com ensinos de espíritos.
      Já os espirituais são aqueles que só aceitam ensinos de DEUS. É simples assim. Eu sou espiritual, não sou espiritista.

      Excluir
    4. Resposta simplista, dado que os ensinos dos Espíritos vem "de Deus". Dizer que "espirituais" são os que só aceitam os ensinos de Deus é dizer que vocês podem entrar em contato com ele, algo literalmente impossível de acontecer dada a nossa imensa ignorância e imaturidade espiritual atual e geral.
      Sua resposta denota um ignorância clara da temática.
      Um fraterno abraço.

      Excluir
    5. Discordo consigo Anderson. Algumas pessoas são extremamente sensíveis ou apenas sensíveis, e, por sua vez, podem conseguir contactar alguma divindade ou ser contactados por alguma divindade/identidade. Acredito muito poder da oração/mantra e acho que é possível ter contacto com esses seres/forças.
      Paz a todos.

      Excluir
    6. Em resumo, espirita é seguir a Doutrina de Allan Kardec, e´o espirtualista é seguir outras religioes.

      Excluir
    7. Teria como a pessoa ser espiritualista e espírita?

      Excluir
    8. Sim,aquestao não é apenas de conceitos mais de comportamento.e fé..

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigada, fico muito feliz que te ajudei! Abraços

      Excluir
    2. Na verdade os espiritistas está mais perto da macumba, bruxaria, feitiçaria africana e vudoo haitiano. E em harmonia com a religião indiana e outras que invocam espíritos.

      Excluir
    3. Sua resposta demonstra ou o tamanho da sua ignorância em torno da temática ou o tamanho do seu preconceito. Se houvesse estudado os livros Espíritas saberia que o Espiritismo nada tem de semelhante com estas religiões, doutrinas e práticas citadas por você.

      Excluir
  3. Explicou muito bem! Obg! Até ontem eu achava que "projeção astral", "corpo astral", "chakra/chacra", "karma" eram termos espíritas.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. A cada leitura sobre o assunto , me identifico mais com o espiritismo.
    Obrigada pelo esclarecimento.

    ResponderExcluir
  6. Acredito que houve um equívoco na explicação! O que você pensa que é espirtualismo é na verdade, teísmo; espiritualidade é mais profundo e não tem uma religião como base necessária! Outra coisa, alma é diferente de espírito! alma é mente , vem do termo grego psyke!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ALMA E O ESPIRITO ENCARNADO NA MATERIA (CORPO FISICO)

      Excluir
  7. Muito bem elucidado o tema eu me ententifico muito com essa doutrina

    ResponderExcluir
  8. Tanto o espiritualista como o espiritista ou espírita nos levam para junto de Deus o mais possível e ambos também tem como verdade a alma ... Assim, estejamos em um ou outro, estaremos muito bem ...
    A Luz seja em vossos corações ...

    ResponderExcluir
  9. As explicações vem ao encontro dos meus entendimentos. Fugindo ao tema em si, nos tempos atuais não é fácil o cumprimento da missão à quem possue o dom da espiritualidade.

    ResponderExcluir
  10. As explicações vem ao encontro dos meus entendimentos. Fugindo ao tema em si, nos tempos atuais não é fácil o cumprimento da missão à quem possue o dom da espiritualidade.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela objetividade e clareza nas explicações.
    Me ajudou muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade os espiritistas estão mais perto da macumba, bruxaria, feitiçaria africana e vudoo haitiano. E em harmonia com a religião indiana e outras que invocam espíritos.

      Excluir
    2. Na verdade os espiritistas estão mais perto da macumba, bruxaria, feitiçaria africana e vudoo haitiano. E em harmonia com a religião indiana e outras que invocam espíritos.

      Excluir
  12. Muito esclarecido ótima parabéns

    ResponderExcluir
  13. obrigado por esse esclarecimento parabens

    ResponderExcluir
  14. O espiritual não se envolve com espiritismo. Na verdade os espiritistas estão mais perto da macumba, bruxaria, feitiçaria africana e vudoo haitiano. E em harmonia com a religião indiana e outras que invocam espíritos.

    ResponderExcluir
  15. O espiritual não se envolve com espiritismo. Na verdade os espiritistas estão mais perto da macumba, bruxaria, feitiçaria africana e vudoo haitiano. E em harmonia com a religião indiana e outras que invocam espíritos.

    ResponderExcluir
  16. Continuo não entendo pois frequento um centro espiritualista que acredita em Deus e também na ajuda dos espíritos, na evolução do ser e que também crê que o mundo foi feito segundo a ciência
    Portanto segundo essa tese poderia ser considerado espiritismo e espiritualista mas lá eles falam espiritiista e nao espiritismo

    ResponderExcluir
  17. Sou Espírita,e acredito em filosofias que me levam a busca do meu eu interior,o auxílio dos Seres de Luz espalhados pelo Universo,acredito na Unificação das religiões e filosofias que ajudam na busca da Evolução moral do Espírito,Caridade comigo mesma e com o próximo,Amar ao próximo como a ti Mesmo.bjs Fraternos

    ResponderExcluir
  18. Sou Espírita,e acredito em filosofias que me levam a busca do meu eu interior,o auxílio dos Seres de Luz espalhados pelo Universo,acredito na Unificação das religiões e filosofias que ajudam na busca da Evolução moral do Espírito,Caridade comigo mesma e com o próximo,Amar ao próximo como a ti Mesmo.bjs Fraternos

    ResponderExcluir
  19. Sou Espírita,e acredito em filosofias que me levam a busca do meu eu interior,o auxílio dos Seres de Luz espalhados pelo Universo,acredito na Unificação das religiões e filosofias que ajudam na busca da Evolução moral do Espírito,Caridade comigo mesma e com o próximo,Amar ao próximo como a ti Mesmo.bjs Fraternos

    ResponderExcluir
  20. Gostei bastante do texto e dos esclarecimentos e comentários, reforçou a minha percepção de que tudo se completa e se une em uma força monstruosa que eu entendo como Divino. Estou em paz assim.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  21. Gosto muito do Espiritismo. Aprendi muito através da leitura da literatura essencial de Kardec e do saudoso Chico Xavier, além de dezenas de livros e romances espíritas. Na verdade, somos necessariamente obrigados a reler seu conteúdo várias vezes ao longo da vida pois há uma grande distância entre teoria e prática. Não obstante, a herança cultural oriental e posteriormente o domínio da língua inglesa e mais tarde com o advento da internet me abriram as portas para o importantíssimo aprendizado do Budismo e do Hinduísmo que projetam luzes e perspectivas singulares sobre a natureza espiritual do ser humano. Posteriormente, comecei, à feição de muitas pessoas devotadas ao estudo do Espiritismo, a proceder a pesquisa e a leitura espiritualista internacional o que acrescentou importantíssimos conhecimentos e explanações sobre a natureza espiritual de seres humanos e das emanações de vida sobre a Terra e mesmo em vários outros orbes. É uma evolução natural de todas as almas empenhadas em uma sincera, nobre, saudável, honesta e inteligente ampliação de sua compreensão da vida estudar e vivenciar a multiplicidade de expressões intelectuais de uma dada área do saber. Com o passar das décadas, infelizmente, à medida em que o estudo e a vivência foram me conduzindo por outros plagas no aprendizado espiritualista, eis que as pessoas espíritas que ia conhecendo começaram a se colocar de uma forma mais rígida e doutrinária e menos argumentativa e flexível. Notei claramente que tais pessoas liam bem menos que meus contemporâneos, todo tipo de literatura, inclusive a nobre literatura Espírita, o que reduzia consideralvelmente a envergadura cultural, argumentativa e psicológica dessas pessoas. Hoje em dia, eu que me considero Espírita como uma semente mas acrescido da carne saborosa e que dá corpo, forma, cor, sabor, aroma, identidade e nutrição do fruto do estudo do espiritualismo, sou execrado pelos seus defensores ferrenhos e ensandecidos de uma Doutrina que não é o que o Espiritismo esposa jamais em nenhuma linha em 40 anos de profundo estudo e prática. A Doutrina Kardecista e os livros do nosso eminente Chico Xavier nos convidam solicitamente a aprofundarmos o nosso estudo em outros plagas que não ela própria. O Verdadeiro Kardecismo não é egoísta e nem se avoca como arrogante divulgador da Verdade. A Doutrina Espírita Kardecista é em toda a sua extensão absolutamente humilde como o Chico, pois como o mar, sábia em se permitir agregar e receber de todos os rios de conhecimento espiritualista do mundo, se torna imensa, um oceano de sabedoria, soberana, tudo porque se colocou humildemente abaixo de todas as outras religiões do mundo. É com muito pesar que hoje eu sou um genuíno Espírita e que por ser justamente e verdadeiramente Espírita, também me tornei por contigüidade instigatória e inspiratória Kardecista, um humilde Budista, Jainista, Hinduísta, Católico, Protestante, Islamista, Xintoísta, Umbandista, etc. Mas pouquíssimos que conheci, em contraposição à humildade, leem a Doutrina com o rigor de um literato, refletem com a profundidade de um filósofo, pesquisam com o detalhismo de um detetive, comungam com a humildade de um Chico. Na capa da versão francesa do Livro dos Espíritos está escrito pelo próprio Allan Kardec "UMA DOUTRINA ESPIRITUALISTA". Existe um mais claro e humilde convite que este?

    ResponderExcluir
  22. Meu caro Martius: seu texto é absolutamente inspirador. Uma visão do que, imagino, será a religiosidade no futuro. Uma fusão ecumênica das varias vertentes espiritualistas, abrindo e abraçando fraternalmente todos os aspectos positivos de cada crença. A Doutrina Kardecista na qual creio, não se fecha ou nos impede de acrescentar saber e pesquisa, fé raciocinada e questionamentos.Sou de família espírita há três gerações e sempre valorizamos e procuramos usufruir da liberdade de escolha e das responsabilidades que o livre arbítrio acarreta. Procuramos o autoconhecimento, a reforma íntima sem julgamentos ou discriminações de qualquer espécie em relação às demais linhas de pensamento. Usando de alteridade e respeito, abertos a novas ideias, agregando com alteridade, humildade e bom senso a exemplo do Cristo e da filosofia Kardecista.
    Receba o abraço fraterno, cheio de admiração.
    Sem pesares... um dia todos chegarão lá!

    ResponderExcluir
  23. O Brasil está precisando de menos leitura e de mais ação. Conheço uma espiritualista de direita, que é a favor do armamento da população e de Bolsonaro presidente, e acho isso de uma incoerência e contradição tão grandes! Como argumentar com alguém assim?

    ResponderExcluir