quinta-feira, 7 de junho de 2012

Gnomos e Duendes

A sociedade deu a estes tipos de seres variados nomes, dentre eles os mais comuns são Gnomos e Duendes. Bom, eles existem sim, mas não da forma mística ou mágica pela qual as pessoas costumam falar. Esses seres, geralmente, são espíritos muito afins à natureza e não suportam vê-la em degradação. São espíritos que provocam os fenômenos da natureza, são zombeteiros, e na maioria das vezes possuem um caráter engraçado, pois gostam de se comprazerem na vida das pessoas, etc. No livro dos Espíritos, a obra básica da doutrina espírita, é esclarecido em um capítulo sobre estes seres:

  • Na terceira Ordem - Espíritos Imperfeitos temos :

( L.E. 103) Nona classe. Espíritos Levianos – São ignorantes, maliciosos, inconsequentes e zombeteiros. Envolvem-se em tudo, respondem a tudo, sem se preocupar com a verdade. Comprazem-se em causar pequenos desgostos e pequenas alegrias, atormentar e induzir maliciosamente ao erro por meio de mistificações e espertezas. A esta classe pertencem os Espíritos vulgarmente designados sob os nomes de duendes, trasgos, gnomos, diabretes. Estão sob a dependência dos Espíritos Superiores, que se utilizam deles, muitas vezes, como fazemos com os nossos servidores.

Nas suas comunicações com os homens, a linguagem é algumas vezes espirituosa e engraçada, mas quase sempre sem profundidade. Compreendem os defeitos e o ridículo humanos, exprimindo-os em tiradas mordazes e satíricas. Se usam nomes supostos, é mais para se divertir conosco do que por maldade.


Logo abaixo, há um jogo de perguntas e respostas, também no livro dos espíritos, em que é falado desses seres e o como eles agem na natureza.


Ação dos Espíritos nos fenômenos da Natureza

536. São devidos a causas fortuitas, ou, ao contrário, têm todos um fim providencial, os grandes fenômenos da Natureza, os que se consideram como perturbação dos elementos?
“Tudo tem uma razão de ser e nada acontece sem a permissão de Deus.”

536a) - Objetivam sempre o homem esses fenômenos?
“Às vezes têm, como imediata razão de ser, o homem. Na maioria dos casos, entretanto, têm por único motivo o restabelecimento do equilíbrio e da harmonia das forças físicas da Natureza.”

536b) - Concebemos perfeitamente que a vontade de Deus seja a causa primária, nisto como em tudo; porém, sabendo que os Espíritos exercem acção sobre a matéria e que são os agentes da vontade de Deus, perguntamos se alguns dentre eles não exercerão certa influência sobre os elementos para os agitar, acalmar ou dirigir?
“Mas evidentemente. Nem poderia ser de outro modo. Deus não exerce ação directa sobre a matéria. Ele encontra agentes dedicados em todos os graus da escala dos mundos.”

537. A mitologia dos antigos se fundava inteiramente em idéias espíritas, com a única diferença de que consideravam os Espíritos como divindades. Representavam esses deuses ou esses Espíritos com atribuições especiais. Assim, uns eram encarregados dos
ventos, outros do raio, outros de presidir ao fenômeno da vegetação, etc. Semelhante crença é totalmente destituída de fundamento?
“Tão pouco destituída é de fundamento, que ainda está muito aquém da verdade.”

537a) - Poderá então haver Espíritos que habitem o interior da Terra e presidam aos fenômenos geológicos?
“Tais Espíritos não habitam positivamente a Terra. Presidem aos fenômenos e os dirigem de acordo com as atribuições que têm. Dia virá em que recebereis a explicação de todos esses fenômenos e os compreendereis melhor.”

538. Formam categoria especial no mundo espírita os Espíritos que presidem aos fenômenos da Natureza? Serão seres à parte, ou Espíritos que foram encarnados como nós?
“Que foram ou que o serão.”
538a) - Pertencem esses Espíritos às ordens superiores ou às inferiores da hierarquia espírita?
“Isso é conforme seja mais ou menos material, mais ou menos inteligente o papel que desempenhem. Uns mandam, outros executam. Os que executam coisas materiais são sempre de ordem inferior, assim entre os Espíritos, como entre os homens.”


 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários:

  1. Gostei muito do texto. Os elementais são os construtores do planeta e do universo, trabalham sob o comando de benfeitores e executam tarefas ligadas a natureza, eles são na evolução uma vida de transição entre reinos, todos nós já estagiamos nessa parte da criação, como dizem do começamos no átomo e caminharemos até o arcanjo... Abraços

    ResponderExcluir
  2. gostei muito,muito boa a visao .nao muito diferente dos wiccas.

    ResponderExcluir
  3. Ja vi duas vezes, e não sei oque comentar sobre isso, se alguém puder me explicar alguma coisa sobre isso eu agradeço

    ResponderExcluir
  4. Bom texto, com fundamentos. Eu acredito em gnomos, duendes, e penso como está escrito, criaturas que circulam entre nós.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, eu tenho 2. Mas não os quero mais. O que fazer? Obrigada

    ResponderExcluir
  6. Eu quero! Dá eles para mim.
    Meu zap é 71997273907. Agradeço

    ResponderExcluir